Revelando, imortalizando histórias e talentos
30.7.11
Ministério da Saúde Serviço inédito na internet avisará jovens sobre a hora de se vacinar contra a doença
Entre 1999 e 2010 foram notificados 307.446 casos de hepatites virais no Brasil, incluindo os cinco tipos da doença – A, B, C, D e E. Esses foram os dados divulgados pelo Boletim Epidemiológico das Hepatites Virais no Brasil apresentado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (28). Diante desse quadro, foi lançada uma campanha nacional para conscientizar a população sobre os riscos e prevenção para enfrentamento das hepatites virais, com o objetivo de reduzir a incidência desses males e melhorar a qualidade de vida dos portadores da doença. A fim de marcar o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais no Brasil, o ministério fez o lançamento de campanha publicitária com a produção de cartazes, fôlderes, spot de rádio e vídeo para TV, além de um serviço eletrônico inédito na internet que avisará os jovens sobre a hora de se vacinar contra a doença.
O foco da campanha são fatores de risco e vulnerabilidade, prevenção, importância do diagnóstico precoce e vacinação contra a hepatite B. Com o slogan “Hepatites B e C são doenças silenciosas”, o material informativo passa mensagens específicas para seis públicos: manicures, tatuadores, gestantes, profissionais de saúde, jovens e adultos.
As peças destinadas aos adultos estimulam o diagnóstico precoce. A hepatite B é mais frequente na faixa etária de 20 a 49 anos e a C entre as pessoas de 30 a 59 anos, mas muitas pessoas desconhecem sua condição sorológica. Os testes estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e podem prevenir as complicações que as hepatites podem causar, como a evolução para cirrose ou câncer de fígado. Além disso, a falta de diagnóstico precoce para a hepatite C também é a principal causa de indicação de transplante de fígado no Brasil.
Doença - A hepatite viral é a inflamação do fígado produzida por um vírus e pode permanecer vários anos sem apresentar sintomas. Muitas pessoas só percebem que estão doentes (principalmente as que têm os tipos B e C), quando as manifestações já são graves, como cirrose ou câncer de fígado. FONTE> Ministério da Saúde
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 17:38 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
16

17

24

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds