Revelando, imortalizando histórias e talentos
22.3.18

 

Com o objetivo de estimular o desenvolvimento infantil e apoiar gestantes e famílias de baixa renda de todo o País. 

Rossieli Soares da Silva, Mariana Ribas, 

Osmar Terra, Berenice Giannella.

Foto: Ronaldo Caldas / Ascom)

 

BRASÍLIA (DF) BRASIL - O Ministério da Cultura (MinC) e outros quatro ministérios – Desenvolvimento Social, Saúde, Educação e Direitos Humanos – assinaram, na tarde desta terça-feira (20), uma portaria do Comitê Gestor Interministerial que estabelece diretrizes, objetivos e competências no âmbito do Programa Criança Feliz.

 

Lançado pela primeira-dama, Marcela Temer, em outubro de 2016, o programa busca facilitar o acesso da gestante, das crianças na primeira infância (de zero a seis anos) e de suas famílias às políticas e serviços públicos que necessitam. O acesso ao programa se dá a partir da visita domiciliar de equipes de assistentes sociais, que fornecem orientações – a prioridade é de participantes do Programa Bolsa Família. As famílias recebem treinamento em áreas de conhecimento como saúde, educação, serviço social, direitos humanos e cultura.

 

MinC assume seis principais competências referentes às ações que deve realizar para a articulação das políticas interministeriais: fortalecer as políticas de Cultura para infância, especialmente nos territórios com adesão ao Programa Criança Feliz; articular os Pontos de Cultura, os Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs), os espaços de cultura e instituições culturais, para formação de profissionais envolvidos no programa; potencializar e valorizar o território e a cultura local no âmbito das visitas domiciliares; fortalecer o papel dos jogos e das brincadeiras nos territórios e sua importância no desenvolvimento da criança. 

 

EDITORIAS: ,
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 20:50  comentar


Maio 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
18
19

20
21
23
24
26

27
28
29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds