Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.10.21

O poeta Fernando Echevarría, nascido em Espanha e radicado em Portugal, morreu aos 92 anos, confirmou hoje a mulher, Flor Campino, numa publicação na rede social Facebook 

 

Fernando Echevarría nasceu em Cabezón de la Sal, na província espanhola de Santander, na Cantábria, em 26 de fevereiro 1929, e mudou-se para Portugal em 1953, depois de cursar Humanidades, Filosofia e Teologia, em Espanha. A partir de 1961, por razões políticas, esteve exilado em Argel (Argélia) e Paris (França), onde fixou residência, em 1966.

 

Fernando Echevarría regressou a Portugal na década de 1980, tendo-se instalado no Porto. A sua primeira publicação, “Entre dois anjos”, data de 1956. Seguiram-se “Tréguas para o Amor”, em 1958, e “Sobre as horas”, em 1963. Ao longo da carreira publicou mais de duas dezenas de livros, estando a sua obra poética reunida em “Obra Inacabada”, da Edições Afrontamento, a sua editora.

 

A sua poesia está traduzida em francês, castelhano, italiano, inglês, romeno e esloveno, estando representada em diversas antologias portuguesas e estrangeiras, entre entre as quais “Antologia – Prémio Almeida Garrett de 1954” (1957), “Alma Minha Gentil – Antologia de Amor Portuguesa” (1957) e “Nas Mãos de Deus – Antologia da Poesia Religiosa Portuguesa” (1978) - estas duas últimas organizadas por José Régio e Alberto Serpa. [Fram Martins \ Foto: sapo.pt]

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:04  comentar

Outubro 2021
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO