Revelando, imortalizando histórias e talentos
3.6.19

Cinemateca Brasileira, em São Paulo, capital, o destaque é a 6ª Mostra de Cinema Coreano, que inclui ainda uma exposição de objetos cenográficos usados em alguns dos filmes da mostra. 

 

Constituída em sua maioria por longas-metragens da recente produção sul-coreana, a programação destaca filmes do cinema comercial e a obra Hanyo, a empregada (Hanyo), de Kim Ki-young, considerado um dos melhores filmes coreanos de todos os tempos. 

A Cinemateca Brasileira e o Consulado Geral da República da Coreia em São Paulo apresentam a 6ª Mostra de cinema coreano. Constituída em sua maioria por longas-metragens da recente produção sul-coreana, a programação destaca filmes do cinema comercial, como Desenfreado (Chang-gwol), de Jim Sung-hoon, A grande batalha (The Great Battle), de Kim Kwang-shik, Minha pequena floresta (Liteul poreseuteu), de Yim Soon-rye e, dirigidos por Lee Joon-ik, O trono (Sado), Dongju: O retrato de um poeta (Dongju) e Pôr do sol na minha terra natal (Byeonsan); e do circuito de festivais, como o vencedor do Prêmio da Crítica no Festival de Cannes, Em chamas(Beoning), de Lee Chang-dong. Além dos sete longas, é destaque da programação o filme Hanyo, a empregada (Hanyo), de Kim Ki-young, considerado um dos melhores filmes coreanos de todos os tempos. Este clássico dos anos 1960 será exibido no seu suporte original 35mm em sessão ao livre na abertura da Mostra. A atriz Lee Eun-shim, que vive no Brasil há 40 anos.

 

Endereço: Cinemateca Brasileira – Largo Sen. Raul Cardoso, 207 – São Paulo (SP)

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 21:39  comentar

Junho 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
14
15

16
19
20
21
22

23
25
27
28
29

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO