Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.3.14

Cinema mineiro foi desativado para dar lugar ao fórum da cidade de Poços de Caldas, mais um crime da Dona Justiça que é cega, mas enxerga quando lhe convém.

 

 

 

O Cine Teatro Polytheama localizado na cidade de Poços de Caldas, Minas Gerais - Brasil, foi inaugurado em 1911. Construído entre os prédios da Prefeitura e o Mercado Municipal, levava diversão aos poçoscaldenses através dos clássicos de Hollywood. 

 

 

Na época a cidade tinha como prefeito Francisco Escobar, cujo ponto de vista entendia a importância de trazer para a cidade não somente turistas em busca dos banhos termais, mas dar algo além , algo de requinte como uma sala de cinema de grande requinte. 

 

O Theatro Polytheama era uma franquia do cinema existente no Brás, São Paulo. O cine teve suas portas abertas com espetáculo da companhia Gatini Angelini, com a representação da opereta Geisha.  Não era apenas uma sala de exibição de filmes. E sim, um local onde a sociedade do Sul de Minas Gerais e de grande parte do Brasil, assisitiam eventos exemplo recepções e jantares de gala, aconteciam no Polytheama, que fora construído como um teatro de ópera e cassino. Mas, como tudo o que é bom dura pouco, o Polytheama funcionou até 1946, quando o jogo foi proibido. Demolido, o local abriga hoje um estacionamento.

 

Cinema poderia ter continuado

 

Segundo documentos históricos do governo mineiro que estão no arquivo Memória de Poços de Caldas, demonstram que no final do ano de 1954, tinha um projeto sendo preparada para aproveitar o já abandonado Cine Theatro Polytheama, transformando-o no Fórum de Poços de Caldas. O relatório assinado pelo engenheiro Luiz Gonzaga Batista - 19 de dezembro de 1954 -, constam informações bem interessantes: o prédio do Polytheama, anexo ao Grande Hotel, tinha estilo arquitetônico indefinido, com "ligeiras tendências para o Neo Clássico", e isso não seria bom para os dignos magistrados.O relatório indica ainda que a "ala da frente" do prédio sofreria reconstrução do telhado e paredes divisórias internas.

 

 

 

Essa descrição, somada aos desenhos (veja croqui), levam a crer que a fachada original do histórico Polytheama seria mantida, pelo menos isto. Um ano depois, em 16 de junho de 1955, o Corregedor de Justiça de Minas Gerais, Arnaldo de Alencar Araripe, enviou um ofício ao governador  Clóvis Salgado da Gama e seu sucessor Juscelino Kkubitschek no qual comenta, entre outros, que Poços de Caldas, apesar da frequência ilustre é, das cidades das comarcas do sudoeste mineiro, a que estava em pior situação de acomodação da Justiça -não possuindo Fórum,   era "hóspede" do salão da Câmara Municipal. Portanto, a truculência, a influência da justiça brasileira faz vítimas de todos os gêneros, inclusive na área cultural, sem falarmos na social. 

 

 

VEJA outras ex-salas de cinema:

 

 

 

 

 Windsor: SP

http://formasemeios.blogs.sapo.pt/1168229.html

 

 

Niterói:  SP

http://agenciafm.blogspot.com.br/2014/02/cine-niteroi-agencia-fm-revala-mais-uma.html

 

Jóia: SP

http://formasemeios.blogs.sapo.pt/1087404.html

 

 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:32  comentar

Março 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
15

20

23
24

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO