Revelando, imortalizando histórias e talentos
17.4.14

Palácio Gustavo Capanema, no Rio, recebe a exposição “Desenho Específico” Abertura será nesta terça, 15/4, às 17h, e visitação de 16 de abril até 16 de maio, de segunda a sexta

 

 

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Nesta terça-feira, 15 de abril, das 17h às 20h, será aberta a exposição Desenho Específico, no mezanino do Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro. A mostra do artista Leonardo Tepedino foi contemplada no edital Prêmio Funarte de Arte Contemporânea – Projéteis Artes Visuais. 

 

Como homenagem ao edifício Palácio Gustavo Capanema, o artista usou o “Modulor”, que é um sistema de medidas criado por Le Corbusier e baseado na escala humana e na matemática para organizar uma escultura no espaço. “Com isso, a escultura poderá ser uma espécie de régua para medir o espaço. A escultura como possibilidade de encontro com o mezanino do Palácio, uma ponte entre o observador e a arquitetura”, afirmou Tepedino.

 

Serviço

 

Desenho Específico

Contemplado no edital Prêmio Funarte de Arte Contemporânea – Projéteis Artes Visuais Rio de Janeiro

Local: Palácio Gustavo Capanema

 

Abertura: 15/4/2014 (terça-feira), das 17h às 20h

Visitação pública: 16 de abril a 16 de maio, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h

Endereço: Rua da Imprensa, 16 – Mezanino, Centro – Rio de Janeiro

 

------------------------------------------------------------

São Paulo \ SP

------------------------------------------------------------

 

Fotos, documentos, vídeos e áudios retratam o movimento histórico realizado em 1984

Mãos levantadas ex-governador SP  Franco Montoro

 

Há 30 anos atrás, em 1984, o Brasil se unia pelo direito de votar para presidente. O movimento Diretas Já reuniu milhões de pessoas tomaram as ruas das grandes cidades brasileiras na luta pela democracia. Para celebrar as três décadas deste momento histórico, o Arquivo Público do Estado de São Paulo realiza a partir desta quarta-feira, 16, a exposição "Povo, praça, participação: 30 anos das Diretas Já".

 

A mostra reúne traz imagens de relatórios do extinto DCS (Departamento de Comunicação Social), fotografias, vídeos e documentos dos principais comícios realizados em São Paulo, como o da Praça da Sé, que em 25 de janeiro de 1984 reuniu 300 mil pessoas, e no Vale do Anhangabaú, que reuniu um milhão de pessoas em 16 de abril do mesmo ano.

 

Os participantes poderão ouvir trechos de discursos realizados durante os comícios, como o do narrador esportivo Osmar Santos, que ficou conhecido como a voz das Diretas.

 

Além do acervo do próprio Arquivo Público, a exposição contém material de entidades apoiadoras, como a Fundação Memorial da América Latina e a Fundação Padre Anchieta.

 

SERVIÇO

 

Exposição "Povo, praça, participação: 30 anos das Diretas Já"

Arquivo Público do Estado de São Paulo - Piso Térreo 

(Rua Voluntários da Pátria, 596 - Santana, São Paulo-SP)

De 16 de abril a 16 de agosto, de segunda a sexta, das 9h às 17h

http://www.arquivoestado.sp.gov.br

 

-----------------------------------

 

CURITIBA - PARANÁ

 

Exposição no Museu Paranaense traz obras do grupo Croquis Urbanos

 

 

Será inaugurada nesta quarta-feira, 7, no Museu Paranaense, espaço do Governo do Estado, a mostra “Um olhar em construção”, composta por trabalhos produzidos pelo grupo Croquis Urbanos. A exposição fica em cartaz até 2 de junho de 2014 e a entrada é gratuita. 

 

Há pouco mais de um ano, um grupo de artistas iniciantes, amadores e profissionais se organizou e passou a, livremente, ilustrar cenários curitibanos. Além de registrar a cidade, eles também fazem um exercício de percepção de quem habita os cenários e aprendem uns com os outros sobre as possibilidades do desenho de observação.  Entre os vários pontos já ilustrados está o Museu Paranaense. Nesta mostra é possível conferir desenhos do museu feitos por pessoas diferentes, apresentando percepções distintas sobre um mesmo espaço. Desenhos de espaços do entorno como o Belvedere, a Sociedade Garibaldi, a Igreja do Rosário e o Paço da Liberdade também compõem a mostra. 

 

A ideia de uma cidade em transformação permanente permeia a mostra. “Essa exposição faz parte das ações relacionadas à educação patrimonial. Os trabalhos ajudam a reforçar um conceito que sempre trabalhamos que é o de memória dentro e fora do museu, com esse olhar voltado para as mudanças que ocorrem o tempo todo no entorno”, explica o coordenador de setor de educação patrimonial do Museu Paranaense, Claudio Ogliari. 

 

Serviço 

 

Exposição “Um olhar em construção” 

 

Abertura: 7 de maio de 2014, às 17h30 

Período: até 2 de junho de 2014 

Entrada gratuita 

Local: Museu Paranaense 

 

Rua Kellers, 289 - São Francisco. Curitiba - PR 

Informações: 41 3304-3300 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:02  comentar

Abril 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11



29


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO