Revelando, imortalizando histórias e talentos
20.8.19

Museu da Abolição, da República e Funarte recebem mostras inéditas com esculturas, vestuário e pinturas 

Dois museus e a Funarte de São Paulo apresentam novidades em suas exposições. O Museu da Abolição, no Recife (PE), lançou a mostra “Culturas Africanas – arte, mitos e tradições”, com máscaras, escudos, vestuário, objetos rituais de uso lúdico e utilitário da África. No Rio de Janeiro, o Museu da República destaca as esculturas em metal do norte-americano Melvin Edwards. E na Funarte SP, a exposição ‘Pequenos Vestígios de Melancolia’, com trabalho de seis artistas visuais. Confira a programação completa abaixo:

 

Exposição ‘Pequenos Vestígios de Melancolia’

 

Os artistas Andrey Zignatto, Daniel Jablonski, Kitty Paranaguá, Jordi Burch, Paulo Ferreti e Renata Pelegrini têm trabalhos expostos sob a curadoria de Cadu Gonçalves, também artista visual, pesquisador, educador e produtor. Segundo o curador, em linhas gerais, o espectador da exposição encontrará imagens de espaços esvaziados, que convidam ao seu preenchimento ou pelo menos o sugerem. Podem ser espaços físicos, imaginários, representações do tempo ou manifestações do espírito; provocam sempre uma impressão de vazio. Cadu Gonçalves explica, ainda, que a mobilização do espectador pelas obras cria uma relação que jamais se consuma na ação efetiva, apenas na contemplação e na espreita. Daí a ideia de melancolia, presente em todos os trabalhos: marca da constatação de uma falta, sem qualquer perspectiva da plenitude. MAIS

 

Exposição ‘Pequenos Vestígios de Melancolia’

De 17/8 a 29/9

Endereço: Funarte SP – Alameda Northmann, 1058 – São Paulo (SP)

 

 

Exposição ‘Melvin Edwards’

 

 

Nascido nos Estados Unidos em 1937, Melvin Edwards se tornou célebre por suas esculturas abstratas de metal em aço. 

 

Em suas obras, ainda que abstratas, as ferramentas agrícolas como memória de sua infância no Sul dos Estados Unidos estão presentes, além de correntes que podem remeter, segundo o artista, aos elos de conexão entre as pessoas. 

 

Nesse sentido, a exposição tem como objetivo explorar diferentes vertentes do trabalho do escultor, criando um leque de raciocínios desenvolvido pelo artista ao longo dos anos de pesquisa. Reconhecido como pioneiro na arte contemporânea afro-americana, Melvin Edwards funde engajamento político com abstração, produzindo objetos densos, fortes e carregados de significados. Sua obra procura conciliar o interesse na abstração com a satisfação por contar a história da cultura negra, buscando o diálogo com as lutas históricas e contemporâneas. A exposição inclui obras de aço, como “Boa sorte, primeiro dia”, típicas do estilo do artista, mas também aquarelas que dialogam com o peso do metal. MAIS

 

Exposição ‘Melvin Edwards’

Até 27/10

Endereço: Museu da República – Rua do Catete, 153 – Rio de Janeiro (RJ)

 

 

Exposição ‘Culturas Africanas – arte, mitos e tradições’

 

Em forma de releitura de máscaras, escudos, objetos rituais de uso lúdico e utilitário da África, a exposição apresenta, também, algumas peças originais de vestuário da nobreza tradicional africana. A mostra é resultado dos trabalhos realizados por 16 pesquisadores do CAC sobre modelagem em argila. O projeto tem a direção da professora Suely Cisneiros Muniz, da UFPE, e orientação e curadoria do professor Paulo Lemos de Carvalho, pesquisador em antropologia da arte tradicional africana, além dos 16 pesquisadores do CAC. SABER MAIS

 

Exposição ‘Culturas Africanas – arte, mitos e tradições’

Até 9/11

Endereço: Museu da Abolição – Rua Benfica, 1150 – Recife (PE)

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:01  comentar


Agosto 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO